prevence.rocco@gmail.com

SER NÔMADE

SER NÔMADE post thumbnail image

Um nômade não tem endereço fixo, muda de lugar quando lhe for conveniente. Antigamente eram conhecidos como ciganos, coletores de impostos, caçadores ou pastores, que mudam de lugar quando os recursos necessários se esgotam.

Os hábitos dos antepassados se modernizaram e hoje os nômades não mais esgotam recursos, trazem recursos.

Surgiram os nômades turistas que não levam nada além de fotos e memórias, os nômades digitais que levam o trabalho por onde seguem e os nômades braçais que prestam serviços por onde seguem. O nômade turista é o mais desejado para quem já está sustentável, dono do tempo e dos recursos necessários.

Em nossas viagens, encontramos pessoas vivendo nômade de bicicleta, de motocicleta, de ônibus, de carro, de barco, de avião, de motorhome e até a pé, quase todos buscando a realização pessoal e alguns a própria sobrevivência.

Estar aposentado é a última oportunidade para ser nômade temporário e evitar ir para os aposentos como o nome sugere.

Ser nômade é eliminar um pouco das obrigações oficiais, criar novas obrigações e fazer na vida tudo aquilo que sonhou no passado, antes que a vida se esvai.

Ade e eu, escolhemos ser nômade temporário, realizando viagens de turismo para os cartões postais, seguindo os sábios conselho do Chaves, quando o lendário Professor Girafales, pergunta durante a aula de gramática: “Na frase: Ele está feliz”, onde está o sujeito?”. Resposta imediata do Chaves: “Viajando”.

 

 

Tags:

2 comentários sobre “SER NÔMADE”

  1. Tricia disse:

    Thanks for the great post

  2. Cassie disse:

    I enjoy the report

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *