Posts Recentes 6 Festa Nacional da Uva

6 Festa Nacional da Uva


Deixamos Gramado e Canela passando pela serra rumo a Caxias do Sul, paramos para comprar e degustar deliciosos figos, colhidos naquela manhã. Além de provar na banca, ainda aprendemos a descascar a fruta: É fácil, puxe no biquinho que saiu do caule e desfolhe puxando para baixo.

Nova Petrópolis

No caminho, uma daquelas placas marrom que indica pontos turísticos, nos chamou a atenção. Entramos para conhecer as Esculturas Parque Pedras do Silêncio, no município de Nova Petrópolis.

O Parque foi idealizado para resgatar e valorizar a história da imigração germânica na região e manter viva a cultura e tradição por intermedio da arte. São mais de 80 esculturas esculpidas em arenito, extraído na região, expostos em um amplo espaço ao ar livre, contando a história diante do silêncio das pedras.

Os germânicos vieram com muita vontade de progredir e de se perpetuar na nova terra. Hans e Amalie foi um caso. Chegaram no Brasil em 1.873, se conheceram aqui e se casaram. Tiveram 4 filhos, 44 netos e 177 bisnetos, além de trinetos e tataranetos. Considerando essa vontade, dá para imaginar a população de descendentes germânicos na região.

Além das esculturas das cabeças grandes dos alemães pioneiros, os três artistas que esculpiram as obras homenagearam também as profissões e os costumes mais comuns da época dos pioneiros.

 

 Festa Nacional da Uva

A cada dois anos acontece em Caxias do Sul, uma das principais festas do Brasil. A Festa Nacional da Uva. O evento comunitário é uma celebração da cultura dos imigrantes italianos, que se estabeleceram na região há mais de três gerações e fazem dali a sua morada.

Estacionamos para o pernoite dentro do parque de eventos, com livre acesso aos pavilhões, com direito a segurança, água, luz e uma bela vista da cidade de Caxias do Sul. 

Conta a história que a festa começou em 1.931, quando um agricultor organizou uma feira para demonstrar e vender uvas e vinhos, produzidos na região. A festa cresceu, ganhou destaque nacional e quase todas foram abertas pelos então Presidentes ou vice-Presidentes da República. Em 1.972 foi palco da primeira transmissão de TV em cores, com narração ao vivo do lendário Cid Moreira.

Já na entrada do pavilhão fomos recepcionados com uvas geladas, distribuídas a todos os visitantes, com direito a repetir ou levar mais um cacho para saborear depois. Estavam deliciosas.

São vários pavilhões com venda e degustação de produtos, parque de diversões e comida regional. O principal pavilhão é o da exposição das uvas.

Contam que existem milhares de tipos diferentes de uva pelo mundo. Aqui no Brasil, um pouco mais de uma dezena são as mais usadas para o fabrico e para o consumo.

Pegamos um taxi e partimos para Rua Sinimbu, no centro de Caxias, onde acontece o desfile temático, A orquestra direciona o ritmo enquanto desfilam diversas alas de passistas e carros alegóricos, ilustrando as trajetórias dos pioneiros italianos trilhadas no passado.

A igreja é iluminada, tem arquibancadas que cobram ingressos, mas a maioria das pessoas se aglomeram ao longo da Sinimbu para ver o corso passar.

Até tentei entrar na arquibancada sem ingresso, mas a moça disse não. A aglomeração nos afastou um pouco. Enquanto Ade tentava alguma bela imagem de longe eu, um pouco mais alto, erguia os braços para focalizar algumas das atrações.

Voltamos para dormir no centro de evento e partimos no dia seguinte rumo à Rota dos Vinhos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Post